segredos secretados
| 01.02.04 |
| 08.02.04 |
| 15.02.04 |
| 22.02.04 |
| 29.02.04 |
| 07.03.04 |
| 14.03.04 |
| 28.03.04 |
| 11.04.04 |
| 18.04.04 |
| 25.04.04 |
| 02.05.04 |
| 09.05.04 |
| 16.05.04 |
| 23.05.04 |
| 30.05.04 |
| 06.06.04 |
| 13.06.04 |
| 27.06.04 |
| 04.07.04 |
| 25.07.04 |
| 12.09.04 |
| 19.09.04 |
| 03.10.04 |
| 07.11.04 |
| 05.12.04 |
| 09.01.05 |
| 27.02.05 |
| 13.03.05 |
| 10.04.05 |
| 17.04.05 |
| 01.05.05 |
| 29.05.05 |
| 03.07.05 |
| 14.08.05 |
| 28.08.05 |
| 18.09.05 |
| 02.10.05 |
| 09.10.05 |
| 16.10.05 |
| 23.10.05 |
| 30.10.05 |
| 06.11.05 |
| 13.11.05 |
| 20.11.05 |
| 27.11.05 |
| 04.12.05 |
| 18.12.05 |
| 25.12.05 |
| 01.01.06 |
| 08.01.06 |
| 15.01.06 |
| 29.01.06 |
| 05.02.06 |
| 12.02.06 |
| 19.02.06 |
| 26.02.06 |
| 05.03.06 |
| 12.03.06 |
| 19.03.06 |
| 26.03.06 |
| 02.04.06 |
| 09.04.06 |
| 16.04.06 |
| 23.04.06 |
| 30.04.06 |
| 07.05.06 |
| 14.05.06 |
| 21.05.06 |
| 28.05.06 |
| 04.06.06 |
| 11.06.06 |
| 18.06.06 |
| 25.06.06 |
| 02.07.06 |
| 09.07.06 |
| 16.07.06 |
| 23.07.06 |
| 30.07.06 |
| 06.08.06 |
| 13.08.06 |
| 20.08.06 |
| 27.08.06 |
| 10.09.06 |
| 17.09.06 |
| 24.09.06 |
| 01.10.06 |
| 08.10.06 |
| 15.10.06 |
| 22.10.06 |
| 29.10.06 |
| 05.11.06 |
| 12.11.06 |
| 19.11.06 |
| 26.11.06 |
| 03.12.06 |
| 10.12.06 |
| 24.12.06 |
| 31.12.06 |
| 07.01.07 |
| 14.01.07 |
| 28.01.07 |
| 04.02.07 |
| 11.02.07 |
| 25.02.07 |
| 04.03.07 |
| 11.03.07 |
| 25.03.07 |
| 01.04.07 |
| 08.04.07 |
| 15.04.07 |
| 22.04.07 |
| 29.04.07 |
| 06.05.07 |
| 13.05.07 |
| 20.05.07 |
| 27.05.07 |
| 03.06.07 |
| 10.06.07 |
| 17.06.07 |
| 24.06.07 |
| 01.07.07 |
| 08.07.07 |
| 15.07.07 |
| 29.07.07 |
| 14.10.07 |

This page is powered by Blogger. 

Isn't yours?
Bomb on bombom



Por Thiago F. * 13:53 * 25.5.07

--- --- ---

O Dia do Pé

Em homenagem ao aniversário de 100 anos do Dr. Scholl, foi criado internacionalmente o Dia do Pé. Nessa data, podólogos, fisio e massoterapeutas em geral foram às ruas fazer um grande mutirão de conscientização da saúde dos pés como elemento essencial para a saúde do corpo como um todo. Foi uma descoberta tão agradável para a maioria das pessoas que o evento se repetiu espontaneamente no ano seguinte, com o surpreendente fenômeno de aumento de vendas de calçados e produtos para os pés como forma de presente entre as pessoas. Você poderia, por exemplo, dar uma papete pro seu avô ou ganhar uma lixa de um admirador secreto. A febre se tornou corriqueira, e hoje temos o Dia do Pé como uma das datas mais rentáveis do ano. O comércio tem grande lucratividade, emprega funcionários temporários. A situação chegou até a um extremo cômico, num ano em que a Páscoa caiu junto com o Dia do Pé. Foram vendidas toneladas de sapatos de chocolate, numa inédita parceria da Reebok com a Pan. Ninguém fica de fora. Há inúmeros casos de parentes que não se falam mais por não terem se preseteado no Dia do Pé; e mais casos ainda de relacionamentos amorosos que começaram com um simples vale-massegem. No último Dia do Pé, meu irmão ganhou um Nike Shox 12 molas da namorada dele. Você sabe quanto custa? Isso é que é amor. Um Nike Shox é um tênis com molas. Ele faz boing. O meu chiclete faz ploc. O seu chiclete faz bum. Bum bum bundão. Não, é sério. Eu não ganhei nada. É porque estou sozinha. E faz tempo. Nada. Nem uma rasteirinha. Aliás, só levo rasteira mesmo. Mais uma infame. É, minha vida é uma piada.


Por Thiago F. * 15:16 * 21.5.07

--- --- ---




cúmplices:
{ Site Meter }